Sobre conexões emocionais nas mediações

Quanto mais se avança num processo de mediação onde as partes desejam preservar a relação, mais elas se conectam emocionalmente com o resultado da mediação em um nível pessoal.

Para tanto o mediador deve dar toda a sua atenção. O que parece simples é facilmente perdido em um toque do celular, em um som de mensagem recebida ou mesmo em conversas paralelas no ambiente.

Assim como na escuta ativa, ao falar o mediador deve foca na conversa para que a mensagem chegue aos mediados sem ruído.

Emoções contagiam as pessoas envolvidas, se o mediador está ansioso ou negativo, ele deve se colocar em quarentena – ou fazendo pausa para um café, chá, água e recompondo-se nesse intervalo. Na volta, reorganizar a dinâmica do processo para colaborar com um resultado positivo.

O feedback de co-mediadores nesse caso é essencial, discutir as próprias emoções após a mediação concluída, e reorganizar a trilha percorrida nas reuniões ajuda o mediador nos próximos mapas de mediação.

Anúncios

Pedir Feedback é apenas ouvir

Numa troca de empresa, na mesma carreira, alguns passos preparatórios são fundamentais. Como coach de transição, onde um empregador ofereceu uma posição igual a empregado de outra empresa, alguns passos preparatórios devem ser pensados. Não sucumba à tentação de deixar seu emprego e entrar em uma empresa melhor, maior ou melhor sucedida. Apesar de tentador iniciar em um novo local e dar continuidade à sua carreira, por vezes, aceitar um novo trabalho pode ser sinônimo de repetir antigas frustrações só que em uma mesa nova. Se você está se preparando hoje para assumir um novo cargo em uma função que te anima, com um trabalho brilhante, é porque você não está avançando em sua função na empresa atual.

 

Nesse ponto, onde a grama da empresa vizinha é mais verde, você não deve agir até obter um feedback atual honesto. Entenda como você é percebido nas suas funções entre seus pares, colaboradores, superiores e coordenados. Descubra quem é você para os outros. Que habilidades você demonstrou? Qual você precisa desenvolver? Há alguma coisa te segurando? Esse exercício de feedback pode ajudá-lo a descobrir alguns dos desafios de liderança que você enfrenta, o que provavelmente irá segui-lo a qualquer novo emprego.