Agenda de trabalho/ Agenda Pessoal

Como coach de uma pequena equipe de advogados plenos em transição para funções sênior em escritório de advogados, usamos como um dos principais itens de organização, planejamento e execução de tarefas é a agenda. Seja ela física, virtual, online, intranet ou outra mídia, a agenda é a melhor forma de usar os 15 minutos restantes do almoço, ou os últimos minutos do seu dia. O que aconteceu como planejado = check; o que faltou marque com uma cor, o que lhe deu energia, revigorou seu dia com outra cor, já, o contrário, aquilo que te desanimou ou o fez perder energia com uma cor diferente.

Assim que separar visualmente toda a agenda do dia nessas três cores, descreva mentalmente e repasse tanto as ações que levaram a concluir o objetivo com sucesso como aquelas em que você pode melhorar o resultado. Esse é um exercício motivacional, assim não se perca em elucubrações inúteis, seja simples, preciso e sincero com a sua agenda. Identifique seus pequenos ganhos e vitórias. Uma vez isso identificado, eis uma das ferramentas diárias para medir, qualificar e melhorar suas habilidades.

Repetindo e adaptando as ações certas, você mantém uma linha de condução de suas funções, e observando hoje um resultado negativo do passado você verá que não foi o fim do mundo, ninguém morreu, e aquilo pode ser melhorado.

Anúncios

Constelação Familiar no coach

Impressionante o que a análise do momento socio-econômico e histórico- político em que a pessoa nasceu e se desenvolveu nos mostra alguns dos comportamentos e reações às situações atuais.

Generalizar é sempre errado, numa pesquisa mais séria sobre comportamentos, temos as gerações: Veteranos, baby boomers, X, Y e Z, cada uma dividia em sisgênero, e regiões, o que gera mais de 15 subdivisões de grupos e comportamentos.

Todavia uma visão mais simples a partir do método intuitivo de Constelação Familiar nos dá algumas pistas de adequação de comportamento.

A geração mais experiente e ainda na ativa é chamada de Geração dos Veteranos, formada por pessoas hoje que têm entre 60 e 85 anos, nascidas entre duas guerras mundiais e educada para valorizar o trabalho, quanto mais árduo melhor, obedecer hierarquias, cadeias de comando e não comprar nada que não possa pagar à vista pois nunca sabem como será o dia de amanhã.

Já os com idade entre 43 a 60, os da geração dos Boomers, sedenta ascensão profissional, treinada na ideia do 1º milhão aos 30, fiel às organizações e crente no poder de mudar o mundo politicamente – principalmente as mulheres, que após a queima dos sutiãs em praça pública querem fazer valer os direitos conquistados nessas cinzas.

Na sequência vem a denominada Geração X, hoje entre 30 e 40 anos, apática politicamente e facilmente manipulada nesses termos políticos, reflexo da desilusão dos pais, buscam equilíbrio e ecologia correta entre a vida profissional e pessoal, às vezes possuem um guru new age, já não dá importância para tanta formalidade no ambiente de trabalho, o importante são seus ideais pessoais, e não aos da organização e não vêem com bons olhos os currículos de 20 anos de trabalho para a mesma empresa, sem inovação, sem busca de novos desafios.

Já a chamada Geração Y, de filhos superprotegidos criados em jaulas e com pouca facilidade de comunicação interpessoal que não a digital, acostumados a terem o que querem para compensar a ausência dos pais tidos como workahoclics, exigem de si mesmos esse equilíbrio entre o profissional e o pessoal. É uma geração agitada, inquieta e sabe como nenhuma outra lidar com a tecnologia mas tem dificuldades em interagir e respeitar a competência específica de cada um. Por ter crescido com amplo acesso ao conhecimento, mas com certa incapacidade de filtrar o mais importante, muitas vezes se passa por prepotente e petulante, mas é preciso admitir que esses jovens entre 10 e 30 anos de idade, realmente têm muita a ensinar aos mais velhos.

Longe de analisar profundamente as neuroses, psicoses e perversões nem comportamentos típicos, vale a pena tentar com essa breve colocação pode ser útil ao processo de autoconhecimento e processos mentais de construção de plano de ação nos coachees de cada geração.

‘To do List’ – tempos de deslocamento e bloqueio dos eventos na agenda do coachee

Faça a sua “To-Do List” no trabalho de forma eficiente. As listas de coisas a fazer pode salvar sua vida e melhorar suas funções. Organização e gestão de tempo são competências já instaladas, mas a habilidade em executá-las pode fazer toda a diferença no cumprimento de suas metas, acreditem, terminar a maratona e gritar “Alegrai-vos atenienses,Vencemos” não pode ser seguida de infarto fulminate, e sim de uma celebração imediata! :O)

Suas funções dependem de uma lista clara e eficiente, e, para tanto, como coach nos trabalhos de um grande escritório de advogados identificamos alguns itens que podem ser de grande ajuda.

Tomar notas em reuniões, no bloco timbrado do escritório, de datas e contagem de prazos, assim como assuntos a serem tratados realmente, não saem do papel onde foram escritos. A melhor forma de lidar com essas anotações e desenhos é categorizá-los de forma que façam sentido para você, ou sejsa, classifique-os por temas, equipes e grau de dificuldade, depois classifique-os pela urgência.

Escolha o meio certo de executar as tarefas já classificadas, pelo notebook, outlook, agenda google, ou outra agenda que possa mostrar o tempo de deslocamento, o tempo da tarefa, e que bloqueie na agenda geral e visualizada por todos esse tempo que sera dedicado a essa tarefa.

Reescrever essa lista a cada novo episódio de compromisso ou execução é fundamental para agilizar seu tempo e a solução da questão. No nosso caso, num HUB de advogados contenciosos e pareceristas que compartilham o mesmo espaço físico e virtual onde as tarefas paralegais e administrativas são compartilhadas, essencial uma agenda com prazos e compromisso gerias e prazos e compromissos individuais. Erro comum é separar agenda pessoal da agenda do trabalho.

 

 

Introdução à Sociologia Do Direito – Direito – Sociologia – Livraria RT

Fonte: Introdução à Sociologia Do Direito – Direito – Sociologia – Livraria RT